Início / ESPAÇO LITERÁRIO / Sra. Matemática Coti Diana

Sra. Matemática Coti Diana

Acordei bem cedinho,
Em meu geométrico cantinho.
Depois do sonho que tivera,
Começaria a viver nova era.
Com a percepção aflorada,
A aventura seria explorada.
Na matemática mergulhei,
Olha só o que descobri?
Para todos os lados que olhei,
A matemática eu vi.
Hoje é dia de recebimento,
Amanhã será de pagamento.
E as contas da água, luz e prestação,
Me vieram ao pensamento,
Com tamanha precisão,
Que os cálculos mentalmente fiz,
Ganhando tempo no horário,
Pois o ditado diz:
“Tempo é dinheiro diário”
Desperdiçar eu não quis.
No caderno de orçamentos,
Vou fazendo apontamentos.
O salário é meu crédito,
Cada conta paga; meu débito.
Vou ao supermercado fazer a compra do mês,
O principal, compro tudo de uma vez.
10 kg de arroz, 4 kg de feijão,
1 kg de fubá e 2 kg de macarrão,
Farinha, doce, biscoito e azeite,
Óleo, sal, açúcar e pinhão,
Chocolate, aveia, café e leite,
Creme dental, xampu, sabonete
e 6 kg de pescado…
Pago a conta do mercado.
E percebendo a geometria,
No formato do meu cartão,
Faço analogia assimétrica,
Entre as coisas e a razão.
Vejo então a matemática,
No espaço e no chão.
Bebo água em cone truncado,
Minha cama é um paralelepípedo,
Na dança o passo trocado,
Risco o chão com meu bailado.
E com um belo gingado,
Na capoeira sou danado,
Desenho no ar com paixão,
Figuras geométricas em evolução.
É preciso dizer mais,
Vamos pois raciocinar.
E depois, de mais a mais,
Com muita dedicação,
Te desafio a pensar,
Preste muita atenção
Ao teu prato de comida,
Ao copo de bebida,
Enfim… A tudo na vida.
Faça a sua lista,
E descubra onde está,
Esta senhora bonita.
Profª esp. Ruth Nunes Dualibi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *